CORONAVÍRUS (COVID-19)
Disk CIEVS

CORONAVÍRUS Semasf esclarece a destinação de cestas básicas durante a pandemia

13/Mai/2020 - 08:37

Além das doações, a Semasf está adotando ações estratégicas de caráter emergencial para o atendimento da população em dificuldade ou falta de acesso aos alimentos



A Prefeitura de Porto Velho, por meio da Semasf, recebeu a doação de 1.100 Cestas Básicas da Fundação André e Lucia Maggi (FALM) para o atendimento em caráter emergencial e complementar à famílias em situação de insegurança alimentar e nutricional.

Serão beneficiários da doação às famílias atendidas pelos Centros de Referência de Assistência Social – CRAS e famílias que estão no atendimento especializado às violências que é desenvolvido pelos Centros de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS.

Além das doações recebidas, a Semasf está adotando, desde o início da pandemia, ações estratégicas de caráter emergencial e complementar para o atendimento da população que está com dificuldade ou falta de acesso aos alimentos, destinando 2.294 cestas básicas para a iniciativa SOS Rondônia, idealizada por grupos da sociedade civil ligadas ao Judiciário, no atendimento dessas famílias.

“Antes da fase de pandemia tínhamos previsão de aquisição de aproximadamente 1.170 cestas básicas, com base nos recursos de nosso orçamento que depois de reuniões com a Secretaria Municipal de Planejamento conseguimos aumentar mais 526 cestas”, informou a secretária municipal de Assistência Social e da Família, Adriane Soares.

Comdecom

logotipo da prefeitura de porto velho logotipo da prefeitura de porto velho