imagem do corona vírus
Se apresentar sintomas leves de gripe como: tosse, coriza, dor de cabeça, ligue: 0800 647 5225

HOMENAGENSPrefeitura realiza I Prêmio Mulheres Negras

18/Nov/2022 - 09:07

Ao todo, dez mulheres in memoriam e dez em vida receberam as homenagens


Uma noite especial no Teatro Banzeiros marcada por homenagens, assim foi a quinta-feira (17), quando aconteceu a entrega do I Prêmio Mulheres Negras, realizado pela Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Assistência Social e Família (Semasf).

Ao todo, dez mulheres negras in memoriam e outras dez em vida receberam as homenagens, sendo que as premiadas em vida levaram para casa uma estatueta de Teresa de Benguela, mulher que tornou-se símbolo de liderança, força e luta pela liberdade, confeccionada pelo artista plástico Bruno Sousa, através de uma parceria com a Secretaria Municipal de Indústria, Comércio, Turismo e Trabalho (Semdestur); enquanto os representantes das homenageadas in memorian levaram certificados de reconhecimento.

Representantes das homenageadas in memorian levaram certificadosA professora Úrsula Depeiza Malorey, de 86 anos, descendente de pai imigrante da ilha caribenha de Barbados e que também migrou para o Brasil devido à construção da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré, contribuiu com a educação portovelhense por 44 anos e foi uma das homenageadas. “Estou muito feliz de ser homenageada. Quem veio pra cá primeiro foram os negros e a gente se sente muito orgulhosa em poder ver a lembrança dessas pessoas e a valorização, pois somos fundadores de diversos setores em um época que a BR ainda não tinha asfalto. Nós, como filhos de Porto Velho, trabalhamos para fundar o município e a educação”, disse Úrsula.

Arnaldo Lourenço recebeu a homenagem in memoriam em nome de Silvana Davis, ex-vereadora de Porto Velho que faleceu em 2015. “É uma justiça muito grande a lembrança desses nomes dignos que construíram praticamente a sociedade portovelhense”, disse o representante da homenageada.

Evento contou com apresentações musicaisAlém de Úrsula, também receberam a premiação Ivana Frazão Tolentino, Luana Schockness Vieira, Marcela Bonfim, Marcele Regina Nogueira Pereira, Eunice Luiza Johnson Batista, Marinilde Helena da Silva Santos, Olguimar Angelica Cruz, Oseane Alves Marques e Régia de Lourdes Ferreira Pachêco Martins. As mulheres homenageadas in memoriam que ajudaram a escrever a história de Porto Velho foram: Aurélia Banfield, Berenice Eliza Johnson Silva, Ceci Bittencourt, Filomena Suzana Denny, Geny Moreira, Lucinda Shockness Bentes, Mãe Esperança Rita da Silva, Ruth Conde Shockness, Silvana Mota Davis Lourenço e Violeta Hespina Jones Alleyne.

“Hoje é uma noite especial, essas mulheres foram escolhidas porque deixaram um legado, uma comissão foi montada para definir esses nomes segundo critérios e áreas”, explicou Elsie Shockness, coordenadora do evento.

O evento contou com apresentações musicais do músico Kasan, da Orquestra Chorus, e participação de Silvania Souza que cantou para homenagear as mulheres negras, além de um breve bate-papo sobre o histórico da mulher negra em Porto Velho, com a professora doutora Sônia Sampaio.

Origem do Prêmio

O prêmio acontece por determinação da Lei Nº 2.833, de 20 de julho de 2021, que inclui no calendário do município o dia 25 de julho como Dia da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha.

Além de instituir a data, a administração municipal resolveu homenagear, anualmente, 20 mulheres negras que prestaram relevantes trabalhos para a sociedade no município nas áreas de educação, saúde, esporte, cultura, empreendedorismo, sociedade civil organizada, política e judiciário.


Texto: Renata Beccária
Fotos: Felipe Ribeiro

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

Prefeitura entrega I Prêmio Mulheres Negras

18/Nov/2022 - 09:04

Foto: Felipe Ribeiro


logotipo da prefeitura de porto velho logotipo da prefeitura de porto velho